quarta-feira, 16 de abril de 2014

Entre os elementos que devem compor um plano de aula com a informática estão:

- Clareza e Objetividade;
- Conhecimento dos recursos tecnológicos disponíveis da escola;
- Noção do conhecimento que os alunos já possuem sobre informática e o tema abordado;
- Articulação entre a teoria e a prática no laboratório de informática;
- Utilização de metodologias tecnológicas diversificadas, inovadoras e que auxiliem no processo de ensino-aprendizagem;
- Sistematização das atividades com o tempo;
- Flexibilidade frente a situações imprevistas;
- Importância da realização de pesquisas orientadas buscando diferentes referências;
- Elaboração de aulas de acordo com a realidade sociocultural dos estudantes.

Portanto, o bom planejamento das aulas (Prof. Regente e Prof. de Informática) aliado à utilização novas metodologias (filmes, mapas, poesias, músicas, computador/softwares/internet, jogos, aulas práticas, atividades dinâmicas, etc.) contribui para a realização de aulas satisfatórias em que os estudantes e professores se sintam estimulados, tornando o conteúdo mais agradável com vistas a facilitar a compreensão do conteúdo.


 Só ter equipamentos na escola não basta.
Confira aqui o que ajuda e o que não é legal!!!

Assim dá certo


1 Escolher conteúdos
Eleger e estudar os conteúdos que serão apresentados ou aprofundados na sala de informática é essencial para que a aula seja objetiva e produtiva. Além disso, faz com que o professor se sinta mais seguro na hora da aula.

2 Selecionar programas
Com o conteúdo escolhido, é hora de encontrar os programas e sites mais apropriados para atingir as metas de aprendizagem. Se a aula é de redação, um editor de textos é uma boa opção.

3 Fazer o roteiro da aula
Todas as atividades precisam ser bem estruturadas e bem planejadas, prevendo momentos de pesquisa, de visualização do conteúdo estudado e de troca de informações. Isso evita a dispersão.

4 Incentivar a interação
Os alunos devem interagir para construir conhecimento. Para tanto, que tal criar blogs, e-mails e fóruns?

5 Usar jogos educativos
Os desafios propostos pelos softwares e jogos virtuais estimulam os jovens e complementam a aula de forma lúdica.

6 Explorar o audiovisual
A internet e os programas educativos oferecem vídeos e animações que favorecem o aprendizado. Use-os!

7 Permitir que o aluno crie
Publicar textos em blogs ou sites e fazer apresentações em slides torna o estudante produtor de conteúdo e de conhecimento.

8 Evitar a desatenção
Para a turma não perder o foco da aula, vale bloquear o acesso a sites de relacionamento, salas de bate-papo e programas de mensagens que não sejam coerentes com o conteúdo ensinado.

9 Criar espaço lúdico
Todos precisam ficar à vontade na sala de informática. Por isso, coloque nas paredes cartazes, mapas, ilustrações e trabalhos dos alunos, criando um ambiente acolhedor e rico em informações.

10 Preparar-se bastante
Você se sentirá mais seguro na sala de informática se aprender a usar a máquina, a internet e os programas básicos. Além disso, terá melhores resultados.

Assim não dá
1 Dar aula só de informática
O objetivo das aulas na sala de informática não deve ser formar técnicos, mas melhorar o aprendizado. Por isso, evite o uso do espaço apenas para ensinar a operar programas.

2 Não ter planejamento
A falta de objetivos claros faz com que tanto professor como alunos percam o foco, comprometendo o aprendizado.

3 Achar que a turma sabe tudo
Embora os jovens sejam espertos quando o assunto é informática, é um erro supor que todos dominem as ferramentas com a mesma destreza. Não deixe de ensinar como operar os programas básicos. Dessa forma, os menos plugados conseguirão acompanhar as aulas.

4 Usar a sala para distração
Computador na escola tem de estar voltado somente para a aprendizagem. Se a garotada usar o laboratório no período entre aulas, vai associá-lo somente ao lazer.

5 Liberar o entretenimento
Sites de relacionamento, download de músicas e jogos eletrônicos dispersam o aluno durante a aula

6 Deixar os alunos sozinhos
Sem mediação, eles iniciarão bate-papos e ainda poderão acessar conteúdos impróprios.

7 Censurar demais
Se for para encontrar páginas e ferramentas sobre o tema da aula, não cerceie a liberdade da turma na hora de navegar na internet.

8 Ter poucas máquinas
As atividades ficam prejudicadas quando os estudantes não usam o computador de forma igualitária. O ideal é ter um equipamento para cada dois alunos. Assim, todos terão a chance de operá-lo durante a aula.

9 Ver o micro como rival
Se você tiver medo da tecnologia e dos avanços que ela traz, jamais vai enxergá-la como uma fonte de conhecimento e informação. Quando bem utilizada, a tendência é que ela vire aliada, em vez de concorrente.

10 Usar equipamento ruim
Computadores muito lentos e defasados sempre causam frustração e perda do interesse por parte dos alunos
. Evite-osFonte: http://revistaescola.abril.com.br

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Estão abertas inscrições para licenciatura e pós-graduação destinadas a professores


Por Secretaria de Comunicação Social
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br





 
As oportunidades são para licenciatura e pós-graduação gratuitas destinadas a professores da Rede Pública de Ensino Fundamental  
Estão abertas até 10 de abril as inscrições para licenciatura e pós-graduação gratuitas destinadas a professores da Rede Pública de Ensino Fundamental. A Universidade Aberta do Brasil (UAB) e a Universidade Federal de Juiz de Fora disponibilizam aulas on-line de ‘Atividades Físicas para Pessoas com Deficiência’, ‘Tecnologia de Informação e Comunicação no Ensino Básico’, além de licenciatura em ‘Educação Física’. Informações, edital e inscrições no site www.cead.ufjf.br.
Siga a Prefeitura de Itanhaém no Twitter e no Facebook
‘Especialização em Atividades Físicas para Pessoas com Deficiência’ - tem como objetivo capacitar para estudos, pesquisas e intervenções em atividades físicas para pessoas com deficiência, além de promover conhecimentos teóricos e práticos relacionados a avaliações e prescrição de programas de atividades físicas específicas. O curso é direcionado a graduados que atuam com esse público.
‘Especializaçãoem Tecnologia de Informação e Comunicação no Ensino Básico’- abordará conteúdos para técnicas no uso do computador e da internet em atividades do Ensino Fundamental. São 18 meses de aula com carga horária de 360 horas a partir do semestre deste ano.
‘Licenciatura em Educação Física’ - O objetivo é formar professores capazes de atuar na docência da Educação Física em todos os segmentos da educação básica, estimulados a pesquisar e qualificar permanentemente sua própria prática pedagógica. O curso será organizado em oito períodos com duração prevista de quatro anos para sua conclusão.
http://www.itanhaem.sp.gov.br/noticias/2014/marco/Estao_abertas_inscricoes_para_licenciatura_pos_graduacao_destinadas_professores.html

terça-feira, 18 de março de 2014

Vacinação contra o HPV: Município espera imunizar mais 2,8 mil adolescentes








 
Campanha de imunização ao HPV começou na última segunda (10)  
A campanha de vacinação contra o Vírus Papiloma Humano (HPV) teve início no último dia 10. A meta da Prefeitura de Itanhaém é vacinar mais de 2,8 meninas pré-adolescentes, de acordo com levantamento municipal. O foco da prevenção é para meninas de faixa etária entre os 11 e 13 anos. No total serão três doses a serem administradas.
Siga a Prefeitura de Itanhaém no Twitter e no Facebook
Em princípio, a intenção é para que a primeira dose de imunização ao vírus seja aplicada nas escolas do Município. Para as outras duas, os pais deverão encaminhar as adolescentes até uma Unidade de Saúde da Família (USF) mais próxima as residência.
A carteira de vacinação não é item obrigatório. Esta poderá inclusive ser retirada na hora, com as datas para as próximas etapas de imunização já inclusas. Será necessário aos responsáveis e à imunizada ficarem atentos às datas seguintes de aplicação.
Todas as onze instituições de ensino que disponibilizarão as vacinas prepararam pais e alunas, esclarecendo sobre o cumprimento das normas do Ministério da Saúde, tirando possíveis dúvidas que surgirem sobre o tema.
A vacina é gratuita. O período da campanha de ação contra o HPV vai até a segunda semana de abril (10), sem a previsão de ser estendido. As unidades de saúde funcionam de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h.

http://www.itanhaem.sp.gov.br/noticias/2014/marco/Vacinacao_contra_HPV_Municipio_espera_imunizar_mais_2-8_mil_adolescentes.html

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Curso on-line de fonética para professores está com inscrições abertas


Por Secretaria de Comunicação Social
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br





As aulas serão direcionadas aos professores que atuam na Pré-Escola ao 3º ano do Ensino Fundamental
A Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esportes está com inscrições abertas até o dia 20 de março para o curso on-line ‘Fonética: Seu uso na Alfabetização’, destinado a professores da Rede Municipal de Ensino. Os interessados devem se inscrever no link da plataforma Teleduc, disponibilizado no site da Prefeitura.
Siga a Prefeitura de Itanhaém no Twitter e no Facebook
As aulas, direcionadas aos professores que atuam na Pré-Escola ao 3º ano do Ensino Fundamental, traz a introdução de conceitos e conteúdos básicos da fonética (sons das letras), de uma forma simples para auxiliar a atuação em sala de aula, tendo na fonética uma aliada ferramenta para a alfabetização. Vale lembrar que as vagas são limitadas.

Na modalidade on-line, o curso terá quatro etapas que deverão ser cumpridas ao longo dos meses. O curso terá início no dia 31 de março. A carga horária contempla 40 horas. Ao término, a certificação será encaminhada aos que concluíram os objetivos propostos.
http://www.itanhaem.sp.gov.br/noticias/2014/fevereiro/Curso_on-line_fonetica_para_professores_esta_com_inscricoes_abertas.html

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Na primeira semana de aula, pais elogiam e alunos reencontram amigos após férias.








Alunos retomaram as atividades nesta semana em unidades escolares de diferentes localidades
O momento de retomar as atividades escolares deixou pais emocionados e alunos ansiosos para rever os amigos de classe e contar as novidades vivenciadas nas férias. O início das aulas na última quarta-feira (5) levou mais de 15 mil crianças às escolas municipais espalhadas em diversas regiões da Cidade.
Siga a Prefeitura de Itanhaém no Twitter e no Facebook
A autônoma Aline Paula da Silva, 28 anos, acompanhou o primeiro dia de aula da filha Pietra Paula Ferreira, 7 anos, do 2º ano, da E.M. Profª Lídia Martha Ferrielo Gianotti. Segundo a mãe, a criança estava ansiosa para encontrar os amigos que, este ano, estarão na mesma sala durante o ano letivo.
“Minha filha está encantada com a escola. Elogiou a professora, o aquário e a quadra. Durante as férias ela aproveitou para descansar, mas agora no finalzinho estava eufórica para voltar às aulas”, conta Aline. “Minha irmã Beatriz Paula da Silva, de 9 anos, também estuda na unidade e gosta muito”.
Aos estudantes das unidades escolares é oferecido um cardápio escolar elaborado por nutricionistas que equilibram na mesma refeição alimentação saudável e sabor. Um dos elogios foi o da advogada Clélia Francisco da Silva, 32 anos, que é mãe da aluna Ana Beatriz dos Santos, do 1º ano, da E.M. Profª Maria da Penha C. Sanches.
“Um dia desses fui visitar minha filha e vi as funcionárias fazendo suco natural, achei bem legal o procedimento delas”, salienta Clélia. Ela diz ainda que: “A minha filha de 6 anos me perguntava todos os dias sobre o início das aulas, inclusive, quando foi dormir não aguentou de tanta ansiedade. Os amiguinhos da escola estão como ela desde a pré-escola”, finaliza.

http://www.itanhaem.sp.gov.br/noticias/2014/fevereiro/Na_primeira_semana_aula_pais_elogiam_alunos_reencontram_amigos_apos_ferias.html 

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Prova Brasil

EXAME – O desempenho dos estudantes dos 3º e 5º anos, além das 8ª séries será calculado pelo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb)
Prova Brasil será aplicada nas escolas municipais de 13 a 18 de novembro
  Por Secretaria de Comunicação Social
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br






 
O exame será aplicado de 13 a 18 de novembro nas escolas municipais  
A Prova Brasil com questões de língua portuguesa e matemática será aplicada nas escolas municipais de 13 a 18 de novembro. O desempenho dos estudantes dos 3º e 5º anos, além das 8ª séries, será uma das bases para o cálculo do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), utilizado pelo Ministério da Educação (MEC), para examinar o rendimento escolar dos alunos das escolas do País.
Siga a Prefeitura de Itanhaém no Twitter e no Facebook
Para preparar as turmas para a avaliação nacional, a Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esportes implantou simulados da Prova Brasil e o Sistema de Avaliação do Município de Itanhaém (SISAI), um programa iniciado este ano com o objetivo de analisar o rendimento escolar e potencializar estratégias para o desenvolvimento dos estudantes das unidades escolares.
Desde a implantação dos exames nas escolas, a equipe educacional já sente a evolução dos alunos com relação às dificuldades apresentadas nos testes aplicados no mês de maio. Os simulados serviram para medir como seria o desempenho dos estudantes, caso a avaliação nacional fosse aplicada hoje nas unidades escolares. O exame interno oferece resultado amostral das séries que serão avaliadas pela Prova Brasil.

PROVA BRASIL – O resultado obtido na Prova Brasil é base para o cálculo do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). O índice é utilizado pelo MEC para examinar o rendimento escolar dos alunos das escolas do país.
Criado em 2005, o Ideb tem como objetivo medir a qualidade das escolas, avaliando dois fatores que interferem na qualidade da educação: rendimento escolar (taxas de aprovação, reprovação e abandono) e médias de desempenho na Prova Brasil. A proposta é que as cidades do País alcancem a média estipulada pelo MEC.
http://www.itanhaem.sp.gov.br/noticias/2013/novembro/Prova_Brasil_sera_aplicada_nas_escolas_municipais_13_18_novembro.html 

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

A Construção



Um velho carpinteiro que construía casas estava pronto para se aposentar. Informou ao chefe o seu desejo de sair da indústria de construção e passar mais tempo com sua família. Ainda disse que sentiria falta do salário, mas realmente queria aposentar-se.

A empresa não seria muito afetada pela saída do carpinteiro, mas o chefe estava triste por ver um bom funcionário partindo e pediu ao carpinteiro para trabalhar em um projeto como um favor.

O carpinteiro não gostou, mas acabou concordando.

E foi fácil ver que ele não estava entusiasmado com a idéia.

Assim prosseguiu fazendo um trabalho de segunda qualidade e usando materiais inadequados.

Foi uma maneira negativa dele terminar sua carreira.
Quando o carpinteiro acabou, o seu chefe veio fazer a inspeção da   casa construída.

Deu a chave ao carpinteiro e disse: “Essa é a sua casa. Ela é o meu  presente para ti”.

O carpinteiro ficou muito surpreso.
Que pena! Se ele soubesse que estava construindo a sua própria casa, teria feito tudo diferente.

O mesmo acontece conosco.

Nós construímos a nossa vida, um dia de cada vez e muitas vezes fazendo menos que o melhor possível na construção.

Depois, com surpresa, descobrimos que precisamos viver na casa que construímos.

Se pudéssemos fazer tudo de novo, faríamos tudo diferente.

Mas não podemos voltar atrás. Você é o carpinteiro. Todo dia martela pregos, ajusta tábuas e constrói paredes.

Alguém já disse que “A vida é um projeto que você mesmo constrói”.
As suas atitudes e escolhas de hoje estão construindo a “casa” em  que vai morar amanhã.

Construa com sabedoria!
Autor Desconhecido